Vacina BCG é relacionada a menos sintomas em pacientes com covid-19


BCG é a vacina mais utilizada no mundo

Freepik


Um estudo publicado na sexta-feira (7) na revista científica Cell Reports Medicine sugere um papel importante da vacina BCG, contra a tuberculose, em reduzir o adoecimento ou a intensidade dos sintomas de pacientes com covid-19.


Pesquisadores de diversos países, sob coordenação do Centro Médico da Universidade Radboud, nos Países Baixos, analisaram 430 pessoas — 166 vacinadas contra BCG alguns anos antes e outras 164 indivíduos saudáveis que não receberam a vacina.


O objetivo deles foi avaliar a chamada "imunidade treinada" daqueles vacinados com a BCG em relação aos demais. 


Eles identificaram um número menor de pessoas doentes pela covid-19 no período da pandemia (março a maio de 2020) entre o grupo vacinado. Também foi observada uma incidência menor de sintomas naqueles que adoeceram, principalmente fadiga.


Os autores do estudo ressaltam que esse efeito já era esperado em pessoas saudáveis imunizadas com a BCG. Eles ressaltam que ainda é preciso que pesquisas futuras mostrem que alguém vacinado com a BCG não teve sintomas aumentados da covid-19.


"Embora haja menos doenças nas pessoas que receberam a vacina BCG, apenas os estudos prospectivos em andamento podem determinar se essa vacinação pode ajudar contra a covid-19", explica o professor Mihai Netea, coordenador do trabalho.


A pesquisa sustenta ainda que "indivíduos saudáveis que são vacinados com BCG, e nos quais os mecanismos antimicrobianos inatos seriam potencializados pela imunidade treinada, isso provavelmente leva à diminuição da viremia, eliminação viral mais rápida e, subsequentemente, diminuição da inflamação, menos sintomas e recuperação mais rápida".

4 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por J.Tiburcio. Orgulhosamente criado com blogdozenews.com.br