Vereadores concedem título de cidadão sinopense a Jair Bolsonaro.


O presidente da República, Jair Bolsonaro, é o mais novo cidadão honorário de Sinop. A homenagem foi aprovada, por unanimidade, pelos 15 vereadores da Câmara, na sessão ordinária desta segunda-feira (10). O autor da proposição foi o vereador Dilmair Callegaro, do PSDB. Outros 12 vereadores assinaram o projeto como coautores. As duas mulheres que integram a Câmara local foram as únicas a não assinar a propositura, mas votaram favorável.

Segundo Dilmair, só pelo fato de ser presidente da República, Bolsonaro já merecia o título. Além disso, o vereador justificou que Bolsonaro tem feito muito pelo agronegócio e pelos produtores de todo país – pontuando a Ferrogrão como uma dessas ações. A ferrovia que conectará Sinop ao porto de Miritituba, no Pará, começou a ser idealizada em 2012 e as primeiras ações para implantação ocorreram em 2016.

Outro vereador a enaltecer a postura do presidente foi Luciano Chitolina (PSDB). Segundo ele, “Bolsonaro mostrou pra que veio”. “Nossa região mato-grossense e amazônica já deve a ele mais do que à qualquer outro presidente”, discursou Chitolina, listando a conclusão da BR-163 entre Sinop a Miritituba – com a pavimentação dos 51 km remanescentes da obra – e creditou ao presidente a implantação da Ferrogrão. “Vindo dele eu acredito”, completou.

Chitolina disse que prefere um presidente “bronco, fala grosso e estúpido”, do que alguém com “fala mansa e larápio”. Também afirmou que Bolsonaro e sua família são diariamente atacados por “esquerdopatas” e concluiu dizendo: “quem dera se tivéssemos 16 anos de Jair Messias Bolsonaro no nosso país”.

Tony Lennon (PRB), reivindicou o pioneirismo em defender a candidatura de Bolsonaro, dizendo ter sido o primeiro vereador a declarar apoio ao atual presidente. Mas compensou dizendo que o único erro do atual líder nacional foi classificar a pandemia de Covid-19 como “gripezinha”. “Tenho certeza que hoje ele entende a realidade da situação. Acho que ele poderia voltar atrás e entender que ele errou naquele momento”, declarou Tony.

Ademir Bortoli (PRB), também lembrou que, ainda em 2017, ele e outros dois vereadores visitaram Bolsonaro no seu gabinete, quando ainda era deputado federal.

Em julho, Bolsonaro anunciou que visitaria Sinop no dia 1º de agosto. A viagem oficial acabou não ocorrendo – já que o presidente acabou contraindo o Covid-19. A agenda foi adiada, sem data definida.

Crédito: gcnoticias.com.br/

16 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2020 por J.Tiburcio. Orgulhosamente criado com blogdozenews.com.br